Notícias

Voltar à listagem
Com impulso da demanda, soja sobe mais de 2% na semana e garante o nível de US$ 10/bu Com impulso da demanda, soja sobe mais de 2% na semana e garante o nível de US$ 10/bu

Com impulso da demanda, soja sobe mais de 2% na semana e garante o nível de US$ 10/bu

Apesar das quedas registradas no pregão desta sexta-feira (19), os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago (CBOT) acumularam valorizações de mais de 2% na semana, conforme levantamento realizado pelo economista do Notícias Agrícolas, André Bitencourt Lopes. Ainda hoje, as cotações da oleaginosa registraram perdas entre 5,25 e 10 pontos. Contudo, todos os vencimentos da commodity encerraram o pregão acima dos US$ 10,00 por bushel. O contrato setembro/16 era cotado a US$ 10,27 por bushel, enquanto o novembro/16 era negociado a US$ 10,04 por bushel.

Embora a demanda, que segue aquecida, conforme ressaltam os analistas, as cotações cederam diante das boas condições de clima no Meio-Oeste dos EUA. "A soja terminou o dia em queda em meio às previsões climáticas que mostram condições benéficas para a cultura, no cinturão produtor no país, que caminha para a maturação", disse o analista de mercado e editor do portal Farm Futures, Bob Burgdorfer.

Mercado interno

A semana foi positiva aos preços da soja negociados no mercado interno brasileiro. Nas praças de Tangará da Serra e Campo Novo do Parecis, no estado de Mato Grosso, a valorização foi de 17,46%, com a saca a R$ 74,00. Em Avaré (SP), o ganho ficou em 8,29%, com a saca da oleaginosa a R$ 79,13. No Oeste da Bahia, a cotação também subiu, cerca de 7,53%, com a saca do grão a R$ 69,00.

O preço ainda subiu 6,49% na região de Ponta Grossa (PR), com a saca a R$ 82,00. Ainda no estado, nas praças de Ubiratã, Londrina e Cascavel, os ganhos ficaram próximos de 4,44%, com a saca a R$ 70,50. Em São Gabriel do Oeste (MS), o ganho foi de 4,17%, com a saca a R$ 75,00. Na localidade de Jataí (GO), o preço também subiu 2,66%, com a saca a R$ 66,00.

Nos Portos brasileiros a semana também foi positiva. Em Paranaguá, o preço disponível subiu 3,05%, com a saca da oleaginosa a R$ 84,50, o futuro ficou em R$ 80,20, com alta de 2,82%. Em Rio Grande, o valor disponível apresentou ganho de 2,66%, com a saca a R$ 81,10 e o futuro a R$ 79,50 e ganho de 1,92%.

 

Fonte: Notícias Agrícolas